quarta-feira, 24 de maio de 2017

Agente público que deu calote em ex-funcionários se complica com a Justiça do Trabalho em Macau

O Policial Militar Leandro de Souza, lotado na 1ª Companhia Independente de Polícia de Macau pode se complicar com a sua corporação e com a Justiça do Trabalho. Leandro encerrou as atividades de uma loja de Seguro DPVAT que administrava com a mulher em 2016, deixando ex-funcionários no prejuízo, fez acordos na presença da Juíza Lilian Matos da 1ª Vara do Trabalho e não cumpriu.
A ex-funcionária que pediu para ter a sua identidade resguardada teve uma audiência com Leandro na Vara do Trabalho, em outubro de 2016, onde os dois firmaram um acordo em torno de uma dívida de R$ 5.400,00, que seria parcelada em 18 meses. Mesmo assim, Leandro, citado no processo como preposto da sua esposa Julianne Aline, não pagou até agora nenhuma das 18 parcelas... CONTINUE LENDO...
_____________________________________


Nenhum comentário: