terça-feira, 17 de outubro de 2017

Prefeito Gustavo discute com George Soares e ameaça renunciar, a discussão foi em Pataxó

A confusão virou barraco no Pataxó, mas Rizza acalmou os dois filhos

Antes de ser cassado pela Justiça Eleitoral por recebimento ilegal de doação de empresa do marido da vice-prefeita Sandra Alves, prática proibida pelo STF, o prefeito do Assú Gustavo Soares, após receber cobrança de um popular durante a solenidade de hasteamento da bandeira na abertura da festa de emancipação política realizada no prédio da Prefeitura do Assú, ameaçou renunciar ao cargo numa reunião que aconteceu nos alpendres da casa do seu pai no Pataxó.

Comenta-se que bafafá foi grande, já que o prefeito Gustavo Soares se mostrava irritado com o batido do seu irmão e deputado estadual George Soares, no meio da rua e ameaçou deixar o cargo para Ronaldo, Rizza e George, passarem a administrar o município. Na conversa, Gustavo falou que tinha uma profissão e não precisava passar uma humilhação como a que sofreu de uma mulher irritada com a falta de cumprimento de promessas feitas na campanha eleitoral do ano passado.

Depois do clima esquentar e quase pegar fogo entre o deputado e prefeito, a a secretária e mãe Rizza Montenegro, passou a atuar como bombeira e os dois que estavam exaltados se acalmaram e foram juntos participar de uma entrevista na Rádio Princesa do Vale, empresa que tem os irmãos Soares, como sócios herdeiros da emissora.(Fonte; BlogdoVT).
__________________________________
METAL VIDROS JM EM ASSU

Nenhum comentário: