terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Por perseguição, prefeito médico do Assú retalia contra vereador enfermeiro

Depois de ganhar respeito e credibilidade como profissional competente, dedicado e humano no exercício de sua atividade de enfermeiro, sempre disposto a trabalhar diuturnamente no Centro Clínico, na festa de Carnaval, nos jogos do time de futebol do Assú e outros eventos, o vereador Xavier Enfermeiro, passou a ser perseguido pelo prefeito Gustavo Soares, como prêmio do governo municipal por seus relevantes serviços prestados a comunidade no atendimento a população no setor de saúde.

Chateado com Xavier Enfermeiro por sua postura política por não rezar na cartilha do clã Soares, o prefeito  e médico numa demonstração de pura falsidade de quem diz que tem a saúde como prioridade de governo mas age de modo contrário; e atendendo aos apelos do seu irmão e deputado estadual George Soares, determinou a transferência do vereador-enfermeiro do Centro Clínico para a Unidade de Pronto Atendimento de Saúde do Panon, na zona rural, apesar da baixa demanda comparada com a situação na cidade.

Apesar da explícita perseguição, o prefeito procurou camuflar e disfarçar a retaliação contra o vereador enfermeiro, alegando que a USB de Panon e outras unidades de saúde do município, precisavam do serviço do profissional e a Prefeitura do Assú, não podia contratar mais ninguém. Há poucos dias atrás, o prefeito contratou mais de sete comissionados e o governo continua a contratar seus apadrinhados. A máscara do prefeito e médico que vende a idéia de bom moço, caiu por terra com sua atitude inescrupulosa quando o objetivo é atingir seus fins políticos para amedrontar e intimidar.(Fonte: VT).
_________________________________

Nenhum comentário: