quinta-feira, 27 de agosto de 2020

NO REINO DA MARACUTAIA Prefeitura de Parau contrata trator para 130 horas de corte de terra: ALGUM AGRICULTOR FOI BENEFICIADO COM ESSE CORTE?

Na caixa de e-mail e no WhatsApp do editor do site FOCOELHO, chegam diariamente denúncias de todas às espécies, de vários lugares, os mais diversos.

A população de Paraú-RN é a que mais clama e reclama da sua gestora, daquela sofrida cidade, só se houve o grito de seu povo, que a todo instante pede que as autoridades, em especial o Ministério Público, tomem providências para que cessem os desmandos e os absurdos que ali são praticados pela prefeita do mandato-tampão.

Todo nascer do sol surge em Paraú-RN um fato à esclarecer, suspeito, com indícios de que o dinheiro público não está sendo direcionado para o bem comum, é possível que possa estar havendo desvio do erário, a conhecida lavagem de dinheiro.

Pelo modus operandi e pela forma com que a gestora vem exercitando a “governança”, aquele pobre município poderá se transformar NO REINO DA MARACUTAIA.

Um leitor assíduo do FOCOELHO nos mandou uma cópia de um Termo de Ratificação da Dispensa de Licitação nº 017/2020, datada de 19 de março do corrente, anunciando a contratação de uma empresa para efetuar corte de terra no setor rural daquele município, a empresa que trata a Dispensa é a mesma que foi “contratada” para locar diversos veículos e 3 motocicletas, conforme matéria nossa, publicada em 24/08/2020. RELEMBRE

No referido edital de dispensa, o objeto da contratação é a prestação de serviços, especificando locação de um trator, com 130 horas de serviços, ao preço unitário de R$ 120,00 p/ hora, total de R$ 15.000,00 no final do suposto “contrato”.

Nós aqui da redação do FOCOELHO apuramos que a área rural e agrícola do município de Paraú é composta na sua grande maioria de pequenas e médias propriedades rurais.

O editor fez um levantamento com moradores, mais precisamente com alguns destes pequenos e médios agricultores e constatou: o citado trator - segundo proprietários rurais que não quiseram se identificar -NUNCA PRESTOU TAL SERVIÇO e muito menos foi visto na área rural do município, pelo menos até o fechamento desta matéria/denúncia, (27/08).

Como por diversas vezes dissemos aqui, a gestão dos Eufrásio precisa mostrar a população de Paraú que é transparente, honesta, explicar alguns questionamentos que de novo, nós faremos a bem da transparência, da moralidade e da boa aplicação dos recursos públicos - por exemplo - foi efetivada a mencionada contratação? Indicar quais as propriedades rurais, relacionar por nome completo os proprietários beneficiados, indicando a quantidade de horas trabalhadas pelo referido trator em cada uma dessas propriedades.

Já enviamos ao Ministério Público da Comarca de Campo Grande para as providências que considerar pertinente.

Nenhum comentário: